Passo a passo para começar a investir com pouco dinheiro

investir com pouco dinheiro

Já se foi o tempo que para ser investidor era preciso ter muito dinheiro. Com o passar dos anos, a própria Bolsa de Valores passou a democratizar seu acesso, bem como as instituições financeiras, permitindo que mesmo aqueles que começarem a investir com pouco dinheiro tenham a oportunidade de obter rentabilidade.

No entanto, assim como os grandes investidores, você precisa conhecer bem a sua realidade, a fim de alocar corretamente os seus recursos. Quer saber o que fazer e quais os investimentos mais recomendados nesses casos? Continue a leitura deste artigo!

O que fazer para investir com pouco dinheiro?

É possível sim investir com pouco dinheiro e não, a opção de poupança não é a mais favorável para aqueles que querem ter uma maior lucratividade.

A primeira coisa para se ter em mente é qual o seu principal objetivo para aquele montante a ser investido. Afinal, não adianta investir em ativos de longo prazo, se as suas pretensões incluem a utilização do dinheiro em um curto espaço de tempo.

Um erro daqueles que estão começando a investir e têm pouco dinheiro é justamente não colocar no papel os seus sonhos.

Além disso, o fato de termos enraizada em nossa cultura a ideia de que a poupança é uma forma de guardar dinheiro, faz com que percamos a oportunidade de obter maior lucratividade, como já destacamos, e isso acaba fazendo com que a concretização das metas seja mais demorada.

Outra coisa a considerar é o fato de que é aos poucos que você começa. Vá economizando mês a mês para poder fazer com que a sua aplicação cresça de maneira constante. Lembre-se sempre dos seus objetivos. Falando neles, é interessante buscar opções de investimentos que mais se adequem ao seu perfil, no próximo tópico mostraremos as melhores opções.

Quais são os investimentos mais recomendados?

Alguns tipos de investimentos permitem começar com pouco dinheiro, facilitando, assim, a sua entrada no mundo das aplicações financeiras. Conheça alguns dos principais a seguir!

Tesouro direto

O tesouro direto é um tipo de investimento que tem atraído a atenção das pessoas justamente por sua rentabilidade ser superior à poupança, oferecer segurança ao investidor e ainda permitir investimentos a partir de R$100. Os títulos desse ativo estão atrelados à inflação e também à taxa básica de juros, a qual chamamos de taxa Selic.

A Selic está em média à 4,5%, portanto, o rendimento do tesouro direto está bem próximo disso. No entanto, levando em consideração os efeitos dos impostos, a rentabilidade pode apresentar variações um pouco para baixo.

Vale lembrar que o tesouro pode ser aplicado em diferentes ativos. Entre as opções temos o tesouro prefixado, tesouro atrelado à inflação e tesouro indexado à taxa Selic. Cada um se comporta de uma maneira, mas eles têm rentabilidades bem próximas.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título da renda fixa caracterizado pela segurança. Ele é emitido pelos bancos de maneira que capte recursos para o financiamento de suas atividades e contempla duas modalidades, a prefixada e a pós-fixada. Na primeira, você sabe a data de vencimento do título, enquanto na segunda a definição dependerá da variação da inflação e da taxa de juros.

Para fazer a aplicação é preciso apenas ter uma conta corrente no banco, sendo que o valor mínimo começa em R$100. O imposto de renda é cobrado em cima do rendimento, sendo quitado no vencimento do título ou no resgate do montante. Aliás, sobre o resgate, se ele é feito em um tempo inferior a 30 dias, é cobrada uma taxa de IOF.

LCA e LCI

A Letra de Crédito do Agronegócio, LCA, é um título de crédito com emissão feita por instituições financeiras tanto públicas quanto privadas (bancos), tendo como prerrogativa o levantamento de recursos que ajudem a financiar o setor agrícola. O empréstimo que você faz ao setor retorna acrescido por uma taxa de juros. O mínimo de tempo para resgate é 90 dias e é comum encontrar títulos de LCA com taxas que giram em torno de 93% do CDI, variando conforme a instituição financeira.

A Letra de Crédito Imobiliário, LCI, por sua vez, é um título de crédito voltado ao financiamento imobiliário. De modo geral, não há diferenças entre o investimento em LCA e LCI, a não ser que a pessoa tenha interesse específico por investimentos imobiliários ou agronegócio.

Como ter um bom desempenho nessa empreitada?

Existem opções para investir com pouco dinheiro, mas para ter um bom desempenho dos ativos é preciso conhecer algumas dicas para potencializar as suas chances de obter uma lucratividade mais alta. Veja algumas a seguir!

Busque conhecimento sobre investimentos

Aprender sobre investimentos deve ser uma prática diária. Reserve alguns minutos do seu dia para buscar informações sobre o mercado de ações, melhores formas de investimentos, economia, entre outros tópicos.

Tal aprendizado guiará suas decisões, ajudando a construir um patrimônio satisfatório ao longo do tempo. A própria internet tem uma série de materiais sobre o assunto em linguagem acessível, facilitando a compreensão mesmo dos temas complexos do mundo financeiro.

Não espere ter tudo para começar

Um dos grandes erros das pessoas que pretendem investir, mas não começam, é que elas ficam esperando ter grandes quantias ou mesmo deter mais conhecimento para alocar dinheiro nos ativos. Quanto antes você iniciar o seu processo, mais satisfatórios serão os seus rendimentos.

Se você tem pouco para iniciar, não aposte tanto em um ativo que não conhece. O ideal é ir aprendendo sobre o mercado e aumentando os seus investimentos. Isso trará mais segurança para garantir a concretização dos seus objetivos.

Conte com uma corretora de investimentos

A importância de uma corretora para quem investe é enorme. Mesmo para aqueles que têm pouco dinheiro para iniciar, contar com esse apoio ajuda a reduzir os riscos de perdas e traz mais segurança, já que há todo um suporte de especialista no mercado.

A CM Capital, por exemplo, é uma ótima opção para te ajudar a começar a investir, permitindo uma diversificação maior dos investimentos, o que reflete na rentabilidade dos ativos. Tudo isso é feito por um gestor profissional, que alocará seus recursos de acordo com o seu perfil de investidor.

Não existem desculpas para começar na Bolsa de Valores. Mesmo aqueles que querem investir com pouco dinheiro têm a oportunidade de obter boas vantagens, sendo oferecidas opções diversas de ativos para quem está iniciando o processo.

Como destacamos, a busca por conhecimento é uma das dicas básicas para aqueles que estão começando. Para continuar lendo conteúdos como este, assine a nossa newsletter e receba as novidades diretamente no seu e-mail!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin